Hematoma subcoriônico

Sem dúvidas, um dos posts mais procurados aqui no Me Sinto Grávida é o que a Camilla Wolf conta sobre o hematoma subcoriônico que teve durante a gestação do Benjamin. Por isso, resolvi dar mais alguns detalhes sobre esta intercorrência que, segundo o Medscape Education, atinge 25% das mulheres durante a primeira metade da gravidez.

O que é: também chamado de sangramento subcoriônico, o hematoma subcoriônico é a acumulação de sangue dentro das dobras do córion (membrana fetal exterior, ao lado da placenta), ou dentro das camadas da própria placenta. Se ficaren muito grandes ou se não forem absorvidos, estas hemorragias ou coágulos podem causar o descolamento da placenta na parede uterina.

hematoma-subcorionico

Quem corre mais risco? Aparentemente, não há fatores de risco específicos para o desenvolvimento de um hematoma subcoriônico. Mas os cuidados após a detecção devem ser seguidos para que ao final você tenha um resultado positivo.

Quais são os sintomas? Sangramento pode ser um sinal, geralmente começando no primeiro trimestre. Entretanto, em muitos casos, o hematoma só é detectado durante a ultrassonografia de rotina, sem que haja sinais ou sintomas perceptíveis. Por isso, a ultrassonografia de primeiro trimestre é importante, tendo como um dos seus objetivos detectar a existência de hematomas subcoriônicos.

Preciso me preocupar? Você não seria normal se não se preocupasse ao ver sangue, independente do estágio da sua gravidez. Entre em contato com seu médico, só ele poderá dizer se há algo muito errado ou não. A maioria dos hematomas subcoriônicos se dissolvem sozinhos, mas é possível que o coágulo entre a placenta e a parede uterina resulte em aborto.

Boa notícia: Mais da metade das mulheres que sangram durante o primeiro trimestre levam a gestação adiante perfeitamente saudáveis. A Camilla Wolf mesmo é um exemplo. Benjamin nasceu no último dia 18 de outubro, super saudável e a cara da mãe. Ou seja, prova viva e concreta que vocês, se estiverem passando por isso, não precisam se desesperar.

Logo após o parto do Benjamin. Família linda!

Logo após o parto do Benjamin. Família linda!

O que você deve fazer: Ligue para o médico se houver sangramento, com a ultrassonografia é possível detectar se há realmente um hematoma subcoriônico. Se a resposta for sim, também será possível identificar onde está localizado e qual o seu tamanho. Dependendo dos resultados, bem como sobre as preferências do seu médico, ele poderá recomendar em repouso absoluto. Não podendo levantar objetos pesados e evitar exercícios físicos. Também pode ser solicitado o jejum sexual, até que o hematoma se dissolva desaparecendo por completo.

*Com informações do Medscape e Whattoexpect