O que acontece quando duas grávidas se encontram

Elas estão por todas as partes, mas nem sempre se reúnem. A troca de figurinhas é mais comum (e mais fácil) via internet, nos grupos de gestantes, na sala de espera do consultório médico. Mas de repente, você está lá, com seu barrigão escovando os dentes no banheiro coletivo do trabalho e adentra outra mulher, nunca vista antes, igualmente barriguda.

Vocês se olham, nada demais. Ela entra em uma das cabines e você segue sua escovação. O pensamento vai longe. “Que lindo o vestido dela, parece bem confortável. Será que ela consegue fazer xixi sem sentar no sanitário? Aliás, será que ela faz muito xixi? Menino ou menina? Quantas semanas?”

Os pensamentos são interrompidos pelo barulho da descarga. Ela sai da cabine e solta um sorriso leve. Novamente, vocês se entreolham meio que esperando uma a reação da outra. Ela solta um e “aí? Tudo bem?” Você enxágua a boca e responde com um ar de ansiedade. “Sim. Tudo certo e com você?” Sem se controlar já solta um “quanto tempo?”.  “Nove meses. Estou no fim da 39ªsemana e você?” Como num processo mágico de desarme, as duas se entregam em perguntas e comentários. E lá se vão 30 minutos no banheiro coletivo do trabalho

Responder