Menu saudável para festa de criança

Festa de criança com comida saudável. Parece óbvio, mas não é. Se é criança, tem que se alimentar bem, mas quando pensamos em festa infantil, a primeira coisa que vem à cabeça são brigadeiros, salgadinhos e outros quitutes. Refleti sobre isso porque me fizeram pensar a respeito.

Desde o segundo aniversário da Beatriz, eu procuro oferecer um cardápio o mais saudável possível nos aniversários dos meninos. Nada muito restritivo, até porque eu não sou assim 100% do tempo.

Então, que ela completou três anos e eu convidei alguns amigos que nunca havia convidado, amigos novos. Pensei o cardápio, pensando nas crianças. E muita gente ficou impressionada, porque é diferente mesmo se pensar no cardápio da festa levando em consideração a saúde e não aquela velha (e questionável) máxima “criança gosta de açúcar”.

Meu pai mesmo, já acostumado com as ~festinhas alternativas~ que dou, não conseguia entender porque nenhum dos sucos foi adoçado no preparo. “Mas criança gosta de doce, Jéssica!”. Daí fui eu explicar que criança adquire hábitos passados por nós a elas. Se elas gostam de doce  é porque oferecemos e, obviamente, doce é mais palatável que amargo. Logo ela vai preferir alimentos açucarados. Mas se limitarmos a oferta e permitirmos que elas desfrutem do sabor natural dos alimentos, provavelmente não fará diferença não ter açúcar no suco ou um chocolate após a refeição. Mas o açúcar ficou disponível próximo às suqueiras para quem preferisse adoçar.

As mães de bebês recém iniciados na introdução alimentar ficaram muito, muito felizes. Não precisaram sair as pressas para alimentar seus bebês ou trazer comida de casa. Havia polenta com molho de tomate totalmente natural, milho cozido, pipoca, salada de frutas, saladinha de tomate cereja e queijo. Os salgados eram todos assados. Havia, sim, brigadeiro e o bolo estava o mais caseiro possível (e delicioso) um naked cake de chocolate com recheio de coco. Todos aprovaram.

Artur se acabando na melancia

Artur se acabando na melancia

No dia seguinte, muita gente veio conversar a respeito. Trazendo essa reflexão de como estamos condicionados a achar que criança tem que gostar de porcaria e aniversário de criança tem que ser regado à refrigerante, frituras e doces. Nós fomos criados assim. Além de ~aparentemente~ mais gostoso, esse tipo de cardápio é mais prático de ser pensado e comprado. Mas dá para haver equilíbrio e atender às necessidades básicas da criança sem perder o senso de diversão da festa.

Beatriz com a vovó Dete

Beatriz com a vovó Dete

Neste três anos de festinha para crianças, tenho algumas sugestões de itens para os cardápios ficarem equilibrados.

  • Sucos da fruta – sem adição de açúcares
  • Saladas de fruta – investir na apresentação
  • Polenta cremosa ou assada
  • Milho cozido
  • Saladas de vegetais apresentadas de forma divertida
  • Pipoca natural, sem sal ou manteiga
  • Salgadinhos assados
  • Mini refeições como sopinhas e risotos
  • sanduíches naturais
  • Docinhos caseiros como de banana ou mamão
  • Frutas fáceis de comer como banana, melancia, maçã

Há uma infinidade de opções saudáveis para se incluir no cardápio das festas infantis. Se der um giro no Google, você encontra diversas recomendações. Vale adaptar algumas dessas sugestões já para as festas de final de ano, que tal?

Responder